terça-feira, janeiro 25, 2011

desnorte

(em Tomar) "PSD não aceita avisos do PS", noticia a rádio Hertz.

Pois, nem avisos, nem conselhos, nem trabalho, nem coisa nenhuma, porque à concelhia local do PSD só interessa a completamente espúria disputa partidária.

O PSD local está assim a fazer um péssimo serviço a Tomar, e ainda à imagem da política e dos partidos. O interesse de Tomar e dos tomarenses é coisa que nada lhes diz. Ou isso, ou julgam mesmo que esta Câmara está globalmente a fazer alguma coisa de jeito.
Não está. São cinco pessoas (mais duas a assistir) cada um a fazer a gestão corrente do seu quintal. Isto não é uma Câmara é uma cambada.

Eu sei, estão lá dois vereadores do PS. Mas os dois vereadores do PS, que têm introduzido melhorias às responsabilidades que lhes têm sido "emprestadas", deveriam trabalhar como parte de um todo (o que no caso significa dizer que deve existir planeamento conjunto e estratégico, a começar nas partes que acordaram a coligação: os dois partidos). Mas se o todo não funciona por muito que algumas partes funcionem melhor, o resultado final será sempre débil.

Esta Câmara encaminha-se para ser a pior do pós 25 de Abril, e a actual direcção do PSD assobia para o lado como se não fosse nada com eles. Ao proceder assim faz no próprio PSD alguns felizes, deixa outros sem norte, e ou muito me engano ou significará mesmo a curta existência política de alguns dirigentes actuais daquele partido.

E é por tudo isso que mais cedo do que tarde, a direcção do PSD vai mesmo ter que carregar sozinha o menino nos braços. No PS a paciência, a tolerância e a vontade de trabalhar têm limites perante tanta irresponsabilidade.

3 comentários:

Anónimo disse...

Fora com a cambada!

Como diria o Herman...

António disse...

Seria difícil fazer pior que as gestões anteriores sem excepção. Mas concordo em absoluto que este executivo camarário é uma vergonha para Tomar. Em mais de três décadas de regime democrático PSD e PS geriram mal o Concelho. Destas vez, juntos estão a conseguir fazer pior. Talvez porque ambos tenham falta de ideias para Tomar. Talvez no entanto correspondam às expectativas de quem votou neles.Tomar tem o que merece!

Hugo Cristóvão disse...

No PS não há seguramente falta de ideias, mas não foi o PS que ganhou as eleições.
Apesar disso o PS aceitou e quer ajudar.

Infelizmente, a quem tem a primeira e última responsabilidade, além de muita outra coisa falta o essencial: vontade.